TÓPICOS

Hoje, Grande Manifestação em Madrid pelo encerramento de centrais nucleares. Junte-se

Hoje, Grande Manifestação em Madrid pelo encerramento de centrais nucleares. Junte-se

Em princípio, a primeira fábrica a solicitar a renovação da licença seria Almaraz, em Cáceres, e perto do território português, cujo prazo era 8 de junho. Mais tarde, foi a vez de Vandellós II, em Tarragona, no dia 26 de julho. As usinas Cofrentes e Ascó tiveram que solicitar a renovação em 2018, pois suas autorizações expiram em 2021, enquanto as de Trillo o fariam em 2021 (expiração em 2024).

Porém, na semana passada o Governo recebeu a aprovação doConselho de Segurança Nuclear (CSN) modificar uma portaria ministerial a fim de atrasar exatamente o prazo em que uma planta deve solicitar sua renovação.

“Com o novo Projeto de Portaria, o governo do Partido Popular está claramente comprometido em prolongar a vida útil das usinas nucleares, ignorando a necessidade de um debate público sobre os riscos dessa energia”, frisa. Ecologistas em ação.

De qualquer forma, as mais de 120 organizações que se manifestarão neste sábado assinaram um manifesto para pedir que as licenças das usinas nucleares não sejam renovadas e que seja feito o fechamento das usinas nucleares, texto ao qual aderiram mais de 1.200 pessoas individualmente.

“Estamos lutando para que a energia nuclear se aposente, porque se as licenças forem aprovadas, as usinas nucleares, em nossa matriz elétrica, afetarão de forma absoluta o modelo energético do nosso país nas próximas décadas”, disse o coordenador da plataforma e associado de Ecologistas en AcciónFrancisco Castejon durante a apresentação da mobilização.

Castejón foi acompanhado por representantes de organizações comoPlataforma Contra o Cemitério de Cuenca, Plataforma Stop Uranio (Salamanca), Greenpeace e Ecologistas em Ação, além de partidos políticos como Izquierda Unida (Sira Rego) e Podemos (deputado Alberto Rodríguez).

Como destacou Castejón, estão "alarmados" com os últimos acontecimentos ocorridos na Espanha em matéria de energia nuclear. Portanto, eles irão demonstrar sob o lema ‘Fechar Almaraz e todos os outros. 100% renováveis ​​'. O dia contará com mesas de discussão, conferências, feira de artesanato, feira agroecológica e concertos.Às 18h, uma demonstração está programada para começar em Atocha.

The Energy Newspaper


Vídeo: Japão: explosão em central nuclear (Setembro 2021).