TÓPICOS

EUA: redução do número de abelhas ameaça safras

EUA: redução do número de abelhas ameaça safras

O declínio na população de abelhas selvagens ameaça as lavouras nos Estados Unidos, onde os campos que requerem esses insetos correm o risco de não serem polinizados este ano, de acordo com um relatório publicado pela revista "Proceedings of the National Academy of Sciences".

Dos campos dependentes de polinização, 39% “sofrerão o descompasso entre o aumento da demanda por polinização e a queda no número de abelhas silvestres”, diz o estudo, realizado por pesquisadores da Universidade de Vermont.

As abelhas selvagens, de acordo com o relatório, "estão desaparecendo em vários condados que incluem as principais fazendas do país". Da mesma forma, sua população diminuiu 23% no período de 2008 a 2013 e, embora existam fazendas apícolas criadas para polinizar, elas não atendem à demanda.

No curto prazo, os produtores verão um aumento nos custos de produção e, no médio a longo prazo, “a produção agrícola dos EUA pode ser desestabilizada”, alerta o relatório, que inclui mapas das áreas afetadas.

"Este é o primeiro retrato espacial do estado dos polinizadores e seu impacto nos Estados Unidos", explicou Insu Koh, líder da equipe de pesquisa da Universidade de Vermont.

O mapa identifica os hotspots, espalhados por 139 condados nos Estados Unidos e dedicados especialmente às colheitas de amêndoa, mirtilo, maçã e abóbora.

Com essas informações, "agências governamentais e organizações privadas podem concentrar seus esforços" e apoiar "uma agricultura e paisagens naturais mais sustentáveis", argumentou Rufus Isaacs, coautor do estudo.

Uma das principais causas do desaparecimento das abelhas silvestres é justamente o aumento dos campos cultivados, o que significa a destruição de seu habitat natural.

Os campos dependentes da polinização por abelhas contribuem com mais de US $ 3 bilhões anualmente para a economia dos EUA, de acordo com um relatório presidencial divulgado pela Casa Branca em junho de 2014.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, solicitou, nesse mesmo relatório, uma estimativa nacional da contribuição dos polinizadores silvestres e de seus habitats, apelo ao qual este estudo responde.

EFE


Vídeo: Agro + Mulheres: Gestão Eficiente da Propriedade Rural (Setembro 2021).